Meios poéticos na literatura polonesa

Os meios poéticos, também chamados de meios estilísticos ou meios de expressão artística, são encontrados com mais frequência na poesia, embora também sejam muito comuns na prosa. Esses são os elementos da linguagem que afetam a imaginação do destinatário.

Veja o vídeo: "Por que as meninas conseguem notas melhores na escola?"

Os meios poéticos têm como objetivo evocar emoções específicas no leitor. Eles também ajudam a transmitir determinados conteúdos que não podem ser transmitidos diretamente.

Em polonês, a poesia é dividida em cinco grupos:

  • fonético,
  • flexional,
  • formação de palavras,
  • lexical,
  • sintático.

1. Meios poéticos - fonéticos

Entre os meios fonéticos da poesia, distinguem-se os seguintes:

  • onomatopeias - imitação de sons naturais com palavras que soam semelhantes a eles, por ex. Sim, sim, sim, sim, sim, sim, sim, sim ("Locomotiva" por Julian Tuwim)
  • repetição - ajuda a enfatizar o conteúdo importante e enfatizá-lo em um poema,
  • anáfora - iniciando frases ou estrofes sucessivas com a mesma palavra ou palavras, por ex. Rápido, acorde, rápido, levante. || Rápido, rápido, o café está esfriando! || Rapidamente, lave os dentes e as mãos! (...) ("Rapidamente" por Danuta Wawiłow)
  • epifora - repetir a mesma palavra ou palavras no final de linhas ou frases sucessivas, por exemplo, um soneto de Sebastian Grabowiecki

2. Meio poético - flexional

Os meios flexionais de poesia incluem:

  • arcaísmos - palavras, frases e formas gramaticais típicas de eras antigas, não utilizadas hoje, por ex. piedoso, viagem, suporte, obras, pousada (exemplos de arcaísmos lexicais em "Bogurodzica")
  • neologismos - palavras recém-formadas de acordo com as regras gramaticais de um determinado idioma, por ex. sabor (desejo saboroso para alguém), triagem, dar (providenciar)

3. Meios poéticos - formação de palavras

Os meios estilísticos de formação de palavras incluem:

  • diminutivos - na maioria das vezes expressam ternura, simpatia, embora também possam indicar malícia, ironia, por ex. crianças, árvore de natal,
  • espessamentos - na maioria das vezes indicam pessoas ou objetos aos quais nos referimos com desprezo, relutância, por ex. o velho homem.

4. Meios poéticos e lexicais

Entre os meios estilísticos lexicais estão:

  • sinônimos - sinônimos cujos significados são semelhantes, por ex. casa - construção - construção,
  • animação - atribuir as características de criaturas vivas a objetos, fenômenos naturais, por ex. o vento está gemendo,
  • hipérbole - exagero deliberado na descrição de um fenômeno ou objeto, por ex. louco de sangue,
  • personificação - atribuição de características e atividades humanas a animais, objetos, fenômenos, por ex. salgueiro-chorão,
  • eufemismo - uma palavra ou frase usada para suavizar expressões vulgares e drásticas, por ex. você está perdendo a verdade em vez de você mente
  • metonímia - substituir a palavra adequada por outra que tenha uma relação específica com essa palavra, por ex. Eu li Mróz, vamos discutir Mickiewicz,
  • perífrase - substituir uma palavra que denota um objeto, atividade, característica por uma metáfora, por ex. sol - estrela de fogo,
  • sinédoque - usar o nome de um todo para designar uma parte (e vice-versa), por ex. novela em vez de prosa,
  • símbolo - um signo linguístico que tem, além do significado literal, outro, oculto, por ex. pinho rasgado (S. Żeromski),
  • comparação - uma combinação de palavras cujas partes são conectadas por uma conjunção ou advérbio, por ex. escuro como breu,
  • epíteto - designação de um substantivo, enfatizando as características de um objeto, por ex. carvalho poderoso (epíteto constante), coração de ouro (epíteto figurativo), céu azul (epíteto decorativo).

Animização, personificação, metonímia, perífrase, sinédoque, oximoro, eufemismo e hipérbole são tipos de metáfora.

5. Meios poéticos - sintáticos

Os meios sintáticos da poesia são:

  • pergunta retórica - uma pergunta que não deve ser respondida,
  • apóstrofo - um retorno direto à pessoa, objeto ou fenômeno descrito em um ponto de exclamação, por ex. Lituânia! Minha pátria!
  • anakoluty - sentenças que não têm a estrutura de sintaxe correta,
  • inversão - uma mudança consciente de palavras.

Um meio poético sintático é também a forma de juntar frases (conjuntas ou não).

Tag:  Tenho Região Bebê Bebê