Bebê de 14 meses

O bebê (14 meses) agora pode comer com os dedos e também beber em um copo. Ele também pode tirar vários itens das caixas. Ele gosta de imitar seus pais. Um bebê de 14 meses geralmente já anda, mas nem sempre é o caso. O ponto final em que um bebê deve ser capaz de andar é aos 18 meses (enquanto algumas crianças começam a andar por volta dos 9 meses). Uma criança de 14 meses mostra cada vez melhor seus sentimentos, sabe do que gosta e do que não gosta.

Veja o vídeo: "O que você deve saber sobre a fisiologia de uma criança de dois anos?"

1. Desenvolvimento físico de uma criança de 14 meses

O andar de um bebê de 14 meses ainda pode ser um pouco trêmulo, mas aos poucos está aprendendo a se levantar e a sentar-se sozinho. Talvez ele também esteja tentando andar sem se apoiar em paredes, objetos, móveis e adultos. Algumas crianças de 14 meses podem até se abaixar para pegar brinquedos e continuar, mas para muitas ainda é uma esfera de sonho. As crianças testam suas novas habilidades, veja como elas se saem bem. Freqüentemente, tentam subir escadas, cadeiras e outros móveis. A mobilidade da criança requer atenção adicional dos pais. O andar do bebê pode ser desajeitado, mas ele consegue se mover. Você tem que ficar de olho nele.

As novas habilidades também se aplicam à destreza. A criança está ficando melhor em segurar uma colher e um copo, e até começa a usá-los corretamente. A maior parte da comida que você come acaba no chão, mas testes constantes são importantes. A coordenação da criança é tão desenvolvida que ela é capaz de rolar a bola para a frente e até mesmo pegá-la se ela rolar em sua direção.

2. Como apoiar o desenvolvimento de uma criança de 14 meses?

Uma criança de 14 meses ficará feliz em jogar bola rolar com os pais. Pegá-lo e rolar não só lhe trará muita alegria, mas também apoiará seu desenvolvimento motor. Outra boa maneira de estimular o desenvolvimento motor do bebê é criar novas atividades para ele. Pode ser caminhar sobre uma "ponte" situada no solo e feita de travesseiros duros ou pufes baixos. Lembre-se de que a queda também deve ser divertida para a criança - coloque travesseiros macios ao redor para que a criança tenha certeza de que nada vai acontecer. Graças a isso, superamos o medo de cair da criança e fazemos com que ela experimente novas habilidades com maior ousadia.

Lembre-se de que os sentidos de uma criança também precisam de estímulo. Durante esse tempo, a criança descobre o sentido do tato de maneira particularmente intensa. Nada pode proteger contra mãos curiosas que querem tocar em tudo. É uma ótima ideia deixar seu filho tocar em objetos com texturas, formas e durezas muito diferentes. Você pode colocar em uma caixa, por exemplo, um saco de ervilhas, um bloco, uma bola anti-stress e algumas outras coisas, e deixar que seu filho as leve para fora.

Além disso, para que a criança se desenvolva sem problemas e perigos à espreita, é necessário proteger o apartamento de uma criança curiosa, principalmente se ela estiver caminhando bem ou engatinhando vigorosamente. Os mais importantes são as barreiras de segurança na frente da entrada da cozinha e da escada. Os maiores perigos aguardam a criança lá.

Tag:  Gravidez Tenho Região Família